Explodindo no mais puro e divino amor – por Flávio Rezende

Nestes dias de BOPE, Polícia Federal, Operação isso, Operação aquilo, mata aqui e morre acolá, chega por e-mail este belo texto do escritor e jornalista potiguar Flávio Rezende, o qual é reproduzido na íntegra.

Por Flávio Rezende*
          Tenho pedido à divindade que pare o tempo. Não quero que os segundos avancem e nem que os minutos cheguem aos 60, virando a hora e acelerando a vida para o seu final.

        Cada momento de minha existência tem sido da mais pura e bela celebração. Tenho percebido as cores mais fortes, numa tonalidade diferente, viva, como que pintadas a cada novo olhar.

        Tenho sentido um amor impressionante por todas as vidas, estejam elas adormecidas nos minerais, ansiando por luz nos vegetais, buscando alimentação e uma certa inteligência ainda rudimentar nos animais ou, florescida e exuberante nos hominais.

        Explode dentro de mim um amor que não consigo aqui traduzir em palavras a serem lidas. Um dia os textos conseguirão passar fielmente os sentimentos interiores que inundam os autores de genuína beatitude. Inventores ainda descobrirão uma maneira de fazer os textos exalarem perfumes e sentimentos.

        Quando isso acontecer, meus leitores poderão com fidelidade, perceber o quanto é lindo, puro e belo o amor que sinto pela vida, pelos seres em geral e, o quanto gostaria de fazer o tempo parar, degustando ele em pequeninas porções, me dissolvendo nele em diminutas gotas e me tornando unificado com ele, para que eterno, possa gozar a delícia que é amar a vida num presente sem fim.

        Esse generoso e poderoso amor me faz lembrar de seres do naipe de Jesus, Sai Baba, Krishna, Buddha, Madre Tereza, Gandhi, Vivekananda, São Francisco de Assis e Yogananda, entre outros. O amor que sentiam por tudo que os rodeavam era tanto, que viviam em constante êxtase, vibrando a cada segundo, expandindo luz a cada minuto e abençoando a vida a cada hora de suas gloriosas existências.

        Todo o nosso esforço enquanto seres em busca de evolução espiritual é o de sentir cada vez mais amor por tudo e por todos. Os grandes mestres, estes seres que alcançaram os píncaros da virtude e podem nos iluminar os caminhos com seus divinos conselhos e ensinamentos, nos deixaram e deixam as setas que indicam o caminho da bem aventurança.

        Esse amor incondicional pela vida pode ser obtido com o serviço altruístico e desinteressado, pela devoção, vida correta, observação dos valores humanos, ética, amor pelos pais e pela pátria, respeito às demais formas de vida, além de uma série de outras possibilidades.

        Levo uma vida intensa. Os mais próximos até brincam comigo, dizendo que vivo apaixonado. Na parte embutida da afirmativa, que contém a crítica, relevo. Na parte que é uma aprovação, aceito, pois realmente vivo uma vida de amores e paixões, estando agora, vivendo uma explosão de amor, que inclui uma grande multidão, mas que está muito acentuada, vívida e maravilhosamente intensa, na figura de uma linda e amada mulher.

        Continuarei vivendo apaixonadamente, amorosamente, seguindo uma recomendação do meu mestre espiritual Sathya Sai Baba, que diz sabiamente: ‘Comece o dia com amor, preencha o dia com amor, passe o dia com amor e termine o dia com amor, porque esse é o caminho para Deus’.

 

* É escritor e jornalista em Natal/RN – escritorflaviorezende@gmail.com

 

 

 

Anúncios

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: