Aikidô Natal – Exame de Dan e os Promovidos de Novembro/2018

02/12/2018

Na manhã de 24/11/2018 ocorreu na Academia Central de Aikidô de Natal mais um exame de Faixas-Pretas. O evento deu-se na sede da Academia, em capim macio, com a presença do Sensei Matias de Oliveira e Sensei Lilba Kawai (União Sul Americana de Aikido Kawai Shihan), Sensei Rogério Paodjuenas (Aikidô João Pessoa), Sensei James Carlos (Aikido Natal), Sensei Antônio Medeiros (Aikido Recife) e Sensei Rene Leydier Trouchet (Aikido França/Amapá).

Abaixo os novos graduados da Academia Central de Aikidô de Natal:

Shodan

Ramon Gouveia

.

Nidan

Mauro Mazzili

Otávio Nascimento (Amapá)

Raúl Calandrini (Amapá)

.

Sandan

Beethoven Feitosa

Adrius Vieira (Recife)

.

Yondan

Cristina Cuono

Vinicius Brasil

Marcio Nomizo
..

Colaboração:
http://www.impressione.wordpress.com
http://www.aikidorn.com.br


Por que o Aikido é ótimo para as mulheres – Por Christina Kelly

27/09/2018

Sou uma mulher que teve muita experiência em atividades dominadas por mulheres (certos tipos de dança), atividades dominadas por homens (videogames) e atividades equivalentes a gênero (música) ao longo da minha vida. Comecei a aprender o Aikido há cerca de um ano e fiquei agradavelmente surpresa ao descobrir que havia um número substancial de mulheres praticando no meu dojo, mesmo que, no geral, os homens ainda fossem a maioria. À medida que me aprofundei nas técnicas e práticas do Aikido, percebi que é uma disciplina que oferece benefícios que são muito úteis para as mulheres e também é uma arte em que as mulheres têm traços vantajosos.

Neste artigo, gostaria de expor esses benefícios e traços vantajosos conforme os vejo, para que as mulheres compreendam melhor a maneira como praticar o Aikido pode ajudá-las a alcançar seus objetivos. Nada neste artigo destina-se a julgar mulheres ou homens como um grupo – ou suas atividades de escolha – como bom ou ruim, pior ou melhor. A ideia é reconhecer e abordar os desafios que as mulheres enfrentam, as habilidades ou experiências que as mulheres valorizam e as várias características que o gênero traz à mesa. Muitas das informações contidas neste artigo também podem ser úteis para homens e indivíduos não-binários de gênero ou não-conformes de gênero. Agora, vamos começar.

Benefícios do Aikido para mulheres

Há uma série de coisas que o Aikido me ensinou ou me proporcionou que eu gosto muito, e acredito que muitas mulheres se sentiriam da mesma forma se aprendessem a prática. Alguns dos benefícios da minha perspectiva incluem:

  • Maior autoconfiança física e consciência situacional;
  • Uma comunidade de apoio onde fiz muitos amigos;
  • Uma filosofia de não-violência e compaixão que ressoa e reforça a minha própria;
  • Melhor postura e alinhamento corporal;
  • Exercício cardiovascular divertido que aumenta a coordenação e a força do núcleo;
  • Treinamento em análise estratégica de biomecânica;
  • Um lugar onde eu posso ir e onde eu sei que posso me sentir confortável e respeitada e não me sinto constrangida com o meu corpo;
  • Um sistema de progressão que me permite assumir desafios e alcançar objetivos no meu próprio ritmo, de forma independente e cooperativa;
  • Muitas oportunidades para aprender coisas novas e ensinar o que sei;
  • A capacidade de cair sem me machucar;
  • Técnicas práticas de autodefesa física que são projetadas para convencer o atacante a desistir sem causar danos físicos permanentes.

No entanto, o maior benefício tem sido psicossocial, em que o Aikido me ensinou maneiras mais saudáveis ​​de aparecer no mundo em torno de outras pessoas.

Se você se identifica como mulher, você já sentiu que deveria “se inclinar” e / ou “ocupar espaço”? Você tentou fazê-lo e depois descobriu que seus colegas de trabalho, familiares, amigos, etc. resistiram às suas tentativas de ser mais assertivo e expressivo em voz alta? Você já se sentiu desconfortável em agir contra o argumento e/ou parecer conflituoso ao fazê-lo? Isso pode ser porque é difícil imitar novos comportamentos eficazes ao longo dessas linhas sem diretrizes claras e treinamento real. O Aikido pode fornecer ambos.

No Aikido, você é fisicamente treinado para “se apoiar” ou se comprometer com o ponto de contato com seu parceiro (digamos, a mão dele agarrando seu pulso) para que você possa manipular a estrutura do seu corpo e/ou momento. Você também é treinado para literalmente entrar no espaço de outra pessoa de forma decisiva para distraí-los e/ou tornar mais fácil desequilibrá-los. Se você tentar ser educado demais com isso, um instrutor ou um praticante de alto escalão poderá corrigi-lo com gentileza, mas com firmeza, porque o Aikido é sobre a neutralização de ameaças da maneira mais humana possível, o que significa da maneira mais eficiente possível. 

Assim como os exercícios de respiração profunda e o alongamento podem relaxar a mente, a prática do ato físico de se inclinar e ocupar o espaço de maneira calma e construtiva pode guiar os comportamentos sociais da pessoa, com grande efeito.

Eu aprendi que ser assertivo não tem que ser sobre estar com raiva ou resistente ou egoísta. Na verdade, muitas vezes é mais fácil colaborar com as pessoas quando elas são claras sobre suas ideias e necessidades. Compartilhar a perspectiva única de uma pessoa pode ajudar a mostrar a outras pessoas, independentemente do sexo, que não há problema em serem elas mesmas e elas podem ser respeitadas por serem diferentes.

Então, quando você troca de papéis com o seu parceiro, percebe o quanto é importante para eles executarem as técnicas da melhor forma possível, para que você possa aprender a reagir de forma adequada e segura à força de suas ações. Você percebe que não é uma ofensa imperdoável para alguém deliberadamente entrar em seu rosto em um ambiente estruturado de ensino e aprendizagem – na verdade, é muito valioso para você. Este conceito pode ajudar a reduzir o medo de pressionar ou ferir outras pessoas quando você metaforicamente se inclinar ou ocupa seu espaço.

Pessoalmente, tenho muito menos medo de ser meu eu entusiástico, inteligente e esquisito com outras pessoas, agora que internalizei essas lições. E eu definitivamente descobri que as pessoas apreciam isso e até gostam de me ter mais por perto porque gostam da minha energia e das minhas ideias. Tem sido bastante revelador.

Os traços vantajosos das mulheres no contexto do Aikido

É verdade que a população de praticantes de Aikido tende a ser dominada por homens. No entanto, isso não é por causa de qualquer desvantagem física inerente por parte das mulheres, em comparação aos homens – é mais um artefato histórico e cultural da época em que o Aikido e outras artes marciais foram inventadas e popularizadas. Aikidoca feminino e praticantes de artes relacionadas existiram desde os primórdios do Aikido, meninas japonesas do ensino médio praticaram o Aikido Budo por volta de 1940 em um raro manual técnico conhecido como Soden.

Hoje, o Hombu Dojo de Tóquio, que foi fundado pelo fundador do Aikido Ueshiba Morihei em 1931, realiza aulas regulares de mulheres, como ilustrado pelo artigo de Catalina von CrayenO Guia do Aikidoista Feminino para o Hombu Dojo”. É claro que existe um lugar para mulheres no Aikido. Além disso, há razões específicas pelas quais ter características fisiológicas associadas ao fato de ser mulher pode realmente ser um trunfo significativo na prática do Aikido.

A técnica correta do Aikido não depende dos grupos musculares da parte superior do corpo, que os homens geralmente constroem facilmente e as mulheres geralmente não (ou seja, bíceps, tríceps, peitorais). O Aikido é sobre alavancar eficientemente o movimento e o momento para criar a força mais impactante, e usar grupos musculares menores, isoladamente, é ineficiente, mesmo que produza um resultado similar. Embora seja mais fácil, em níveis mais baixos, acabar com o arremesso ou imobilizar alguém no chão usando principalmente a força da parte superior do corpo, no momento em que você progredir no treinamento, é esperado que você use alinhamento, grandes grupos musculares (quadris / costas / pernas) e força do núcleo para executar movimentos. Como as mulheres não têm a opção de usar a força da parte superior do corpo tão facilmente quanto os homens, temos que confiar mais na técnica para chegar ao ponto de estarmos arremessando grandes caras por aí. 

Além disso, como as técnicas de Aikido giram em torno de sua própria estabilidade para quebrar o equilíbrio de um oponente, é uma vantagem defensiva e ofensiva ter um centro de massa mais baixo, porque você é mais estável do que alguém com um centro de massa maior. A altura média de um macho americano é de 5’9.5 ”, enquanto a altura de uma fêmea americana média é de 5’4”. As mulheres também tendem a ter um centro de massa mais baixo do que um homem de igual altura, devido às características sexuais secundárias. Certas técnicas de Aikido como shihonage são mais fáceis e mais efetivas se você for menor que seu oponente, e outras técnicas de Aikido podem ser modificadas para tirar proveito desse tipo de diferencial de altura.

No Aikido, precisão de movimento e mobilidade articular são mais importantes que força muscular opressiva, é por isso que eu sinto que meu plano de dança ajudou minha prática muito mais que meu tempo no saco de pancada quando eu treinei kickboxing e taekwondo. Eu não sou bem versada na ciência da flexibilidade articular, mas parece que as mulheres tendem a ter uma amplitude maior de movimento nas áreas abdominal e do quadril, e também nos ombros (fonte). As mulheres às vezes são consideradas mais graciosas do que os homens, o que pode indicar melhor precisão de movimentos e coordenação motora fina. Certas atividades baseadas no movimento, como a ioga, que enfatizam a flexibilidade, a coordenação e a força central, são frequentemente populares entre as mulheres, e também fornecem uma excelente base para o Aikido.

Finalmente, enquanto o aikido é uma arte marcial que treina pessoas em técnicas de combate efetivas e práticas, é mais colaborativo e não tão conflituoso ou competitivo como muitas outras artes marciais ou sistemas de luta. Eu sei como é levar um soco na cara enquanto brinco, e a novidade se desgastou rapidamente. Na prática do parceiro de Aikido, que ocupa a maioria das classes de grupo, uma pessoa é o atacante (uke) e um outro é o defensor (nage). O uke “ataca” agarrando o pulso do nage ou a lapela do uniforme ou aproximando-se com um golpe de mão aberta (os ataques se tornam mais variados e realistas nos níveis avançados). O nage então executa a técnica especificada pelo instrutor em resposta ao “ataque” de maneira suave e precisa, mantendo contato físico com o uke para manipular suas articulações, momento e equilíbrio até que eles não estejam mais em uma posição onde possam atacar com sucesso . Depois de algumas iterações, os parceiros trocam de papéis. Como o objetivo geral é desencorajar o oponente de atacar sem causar danos permanentes, é relativamente fácil praticar diretamente em um parceiro humano sem perigo.

Uma vez que um dos principais objetivos do treinamento de parceiros é praticar a aplicação de técnicas sobre oponentes de diferentes tipos de corpo, os parceiros trabalham juntos de forma cooperativa para customizar a abordagem do nage para o uke em particular . Há um ramo do Aikido que pratica a arte competitivamente, mas a competição não é comum ou essencial à arte como um todo. As mulheres muitas vezes são culturalmente mais encorajadas a desenvolver mentalidades colaborativas e empáticas do que os homens, o que é um grande trunfo para se tornar um Aikidoca de sucesso.

As Upsides superam largamente as desvantagens

Dado tudo isso, por que o Aikido ainda é uma disciplina dominada por homens? Parte disso é porque o Aikido não é tão conhecido como outras artes marciais ou estruturas de exercícios, mas parte disso é também porque existem preocupações razoáveis ​​que as mulheres podem ter com relação a esse tipo de prática. Exemplos (não uma lista completa):

  • Artes marciais podem parecer violentas, dadas ícones como Bruce Lee e Jean-Claude Van Damme;
  • Agarrar uma pessoa suada pelo pulso pode parecer anti-higiênico;
  • Pode parecer muito alto o impacto e destrutivo para as articulações e outras partes do corpo;
  • Causar desconforto físico a alguém, mesmo por consentimento, pode parecer conflituoso e desagradável;
  • Sentir-se desequilibrado ou estar em uma posição física de fraqueza pode ser desconfortável;
  • Sugerir que as mulheres aprendam uma arte associada à autodefesa física pode se sentir culpada pela vítima;
  • A perspectiva de cometer erros na frente de outras pessoas pode parecer intimidante.

Estas são todas preocupações legítimas, e se elas ou outras pessoas forem pessoalmente importantes, então seria útil discuti-las com um instrutor em um bom dojo de Aikido.

Eu mesmo acho que o Aikido é cheio de graça e beleza, que é um sistema que enfatiza a segurança, que o suor não é tão grosseiro de lidar, que jogar alguém ou ser jogado é uma maneira incrível de construir confiança, que ter a capacidade de defender-me é extremamente fortalecedor, e eu me sinto confortável e apoio o aprendizado no meu próprio ritmo.

Para outros pontos de vista femininos, veja os artigos do Aikido Journal apresentando Patricia Hendricks (7º dan), Ginny Breeland (5º dan), Coralie Camilli (shodan) e Karen (shodan) de Ikazuchi Dojo , Sophia (terceiro kyu ) e Juliette (segundo kyu).

De uma perspectiva mais ampla, John Gerzema e o livro de 2013 de Michael D’Antonio, A Doutrina de Atena: Como as Mulheres (e os Homens que Pensam Como Eles) irão Governar o Futuro usaram uma pesquisa mundial de 64.000 pessoas para descobrir que o paradigma da liderança moderna é balançando para longe do passado machista e para virtudes “femininas” como flexibilidade e colaboração. Embora muitas pessoas possam aspirar a serem líderes e mudar o mundo, pode ser difícil desenvolver esse poder ao máximo sem uma crença sólida na própria força e capacidade de responder a situações desafiadoras. O Aikido é uma excelente maneira de desenvolver a confiança e as habilidades para navegar em um mundo complexo e dinâmico de maneira fundamentada e fortalecida.

Para encerrar, o O-Sensei (o termo honorífico para o fundador do Aikido) era conhecido como um formidável e poderoso artista marcial, mas ele não criou uma arte marcial para perpetuar a destruição. “Aikido não pode ser outra coisa senão uma arte marcial de amor. Não pode ser uma arte marcial de violência”, disse ele em entrevistaO estado de espírito do aikidoca deve ser pacífico e totalmente não-violento. Ou seja, aquele estado mental especial que leva a violência a um estado de harmonia”.

Embora o Aikido possa, superficialmente, parecer se concentrar na resolução física de conflitos, as técnicas de combate são realmente apenas a ponta do iceberg. As habilidades mentais, emocionais e físicas que os praticantes aprendem formam uma abordagem coerente para relacionamentos de todos os tipos que promovem maior paz e compreensão. Qualquer um pode se beneficiar fazendo Aikido, e gênero certamente não precisa atrapalhar.

.

*Christina Kelly é editora do Aikido Journal e pratica aikido há cerca de um ano, ocupando atualmente o quarto kyu . É escritora e editora profissional especializada em videogames e esportes, tendo trabalhado anteriormente em editorial na Blizzard Entertainment e na ESPN Esports. Seu último editorial sobre AJ foi intitulado “ Por que o mundo precisa do Aikido, uma perspectiva do milênio ”. Este editorial foi escrito para uma audiência geral que pode não estar familiarizada com o Aikido.

.

Link para o original: http://aikidojournal.com/2018/09/25/why-aikido-is-great-for-women/?mc_cid=15cbff8039&mc_eid=3e12389011

.

Colaboração:

WWW.aikidojournal.com

WWW.impressione.wordpress.com


Aikidô Natal – Exame de Dan e os Promovidos de 2016

17/06/2016

.

Na noite de ontem, 16/06/2016, ocorreu na Academia Central de Aikidô de Natal mais um exame de Faixas-Pretas. O evento deu-se na sede da Academia, em capim macio, com a presença do Sensei Valdecir Fornazier (5ºDan) e Sensei Rogério Paodejuenas (5º Dan).

Abaixo os novos graduados da Academia Central de Aikidô de Natal:

Nidan

FREDERICO SILVEIRA
ANDRÉ SILVEIRA
IRAN MARROCOS
VINICIUS SOUZA
.
Sandan

CRISTIANA BARBOSA
..

Colaboração:
http://www.impressione.wordpress.com
http://www.aikidorn.com.br
.


Sobre treinar Aikidô – Por Kisshomaru Ueshiba

22/09/2015

.

Eu acho que é uma coisa positiva estudar o Aikido ou tomar a decisão de estudar o Aikido e continuar a praticá-lo, quer seja porque você ache que ele é algo maravilhoso, ou porque você o considere algo que se encaixa perfeitamente às suas necessidades. E eu acredito que seja apropriado e necessário praticar o Aikido tendo bem em mente a sua origem. Atualmente, contudo, você frequentemente encontra pessoas que desistiram, após experimentarem o Aikido por um curto período de tempo. Eles não têm qualquer noção do que é o Aikido.

Se as pessoas acham que o Aikido consiste somente em mexer os braços e as pernas e se o que se desenvolve, a partir daí, é algo que lembra, de uma maneira vaga, o Aikido original, teremos algo para nos lamentar profundamente. Isto ofenderia a essência do Aikido. Portanto, é importante conhecer as dificuldades que Morihei Ueshiba teve de enfrentar para criar esta arte.

É evidente que o aspecto físico do Aikido é importante. Contudo, o principal não é simplesmente mover os seus braços e suas pernas. Mais do que isso, é uma questão de espírito, uma questão de coração. Se este treinamento espiritual não é expresso nos movimentos do corpo, então tudo que se faz não corresponderá à verdade. É errado imaginar que você está praticando Aikido porque você pode arremessar o seu oponente e subjugá-lo, ou porque a sua técnica é forte. Por exemplo, no Judo e no Karate existem pessoas fortes, assim como no Sumo. No Aikido, existem pessoas fortes também. Contudo, o verdadeiro Aiki não consiste somente em ter um corpo forte, não é somente força muscular. É a unificação da mente e do corpo. Se não for cultivado um espírito que permaneça sereno, não importe qual seja a dificuldade ou situação, uma pessoa não poderá ser classificada como forte. Logo, se uma pessoa pratica o Aikido entendendo como O-Sensei criou o seu caminho, a partir de seu ponto de vista a respeito de humanidade ou mesmo da vida, ela não se enganará em relação ao verdadeiro caminho do Aikido.

*Entrevista que aconteceu em 30 de maio de 1978, em Shinjuku, Tokyo, na residência do Doshu Kisshomaru Ueshiba a Stanley Pranin (editor do Aiki News) e Midori Yamamoto (intérprete).

.

Colaboração:
http://www.impressione.wordpress.com

.


I M P R E S S Õ E S – A I K I D Ô – 7° ANO

02/07/2015

.

O Blog I M P R E S S Õ E S – A I K I D Ô está em festa. Na data de hoje, 02/07/2015, o Blog completa seu sétimo ano de vida, divulgado o Aikidô e aquilo que se relaciona a ele.

Em 02/07/2008 o Blog foi ao ar com o objetivo de ser mais uma opção para debates acerca de assuntos da Atualidade, Aikidô, Artes Marciais, Cultura, Notícias e Trabalho Voluntário.

Depois do seu 7° ano de vida o Blog confirma que o objetivo está sendo alcançado dia a dia e agradece aos mais de 110.000 acessos. Reforça ainda que, em continuidade ao trabalho apresentado, continuará divulgando os melhores textos para os melhores leitores.
.
“Não é bom se limitar a um conjunto de opiniões. É um erro se esforçar para compreender as coisas e depois parar nesse ponto. Primeiramente se esforce muito para garantir que compreendeu o básico, depois pratique para que o que você aprendeu renda frutos. Isso é algo que se perpetuará por toda a sua vida. Não se conforme apenas com aquele conhecimento que você adquiriu, e sim pense: ‘Isto não é suficiente’.Você deve buscar durante toda a vida a melhor forma de seguir o Caminho. E deve estudar, deixando que a mente trabalhe sem descanso. O Caminho está nisso.”

Palavras de Yamamoto Tsunetomo em O HAGAKURE.
.
O I M P R E S S Õ E S – A I K I D Ô agradece a sua visita.
.

Colaboração:
http://www.impressione.wordpress.com

.


7 anos do Projeto Aikidô – Feliz Aniversário !!!

26/06/2015

.
O Blog I M P R E S S Õ E S – A I K I D Ô parabeniza o Projeto Aikidô – E.M São Francisco de Assis – pelo seu 7º ano de sucesso. Desejamos aos Voluntários e Alunos, que continuem a divulgar os ensinamentos de Morihei Ueshiba e a trilhar os caminhos da Arte da Paz.

Em comemoração à data, o Projeto Aikidô convida os aikidocas interessados a participarem de treino especial comemorativo pelo seu 7º aniversário – dia 28/06/15, às 15h na Escola Municipal São Francisco de Assis (Mapa).
.
História do Projeto Aikidô

O Projeto Aikidô é desenvolvido na Escola Municipal São Francisco de Assis, bairro de N.S. de Nazaré em Natal/RN desde 26/06/2008. Local de grande desigualdade social, presença de comércio informal e inúmeras vilas em condições semelhantes às favelas. A violência do bairro é uma constante na mídia Norteriograndense.

A necessidade de afastar as crianças de tais condições e terem na escola do bairro um refúgio seguro, foram as motivações para a implantação do Projeto Aikidô. O Projeto, além de aulas de Aikidô (arte marcial japonesa) que prega a harmonia, a cooperação, e a saúde corporal, também incentiva a escrita, a leitura e a nutrição. Com o patrocínio do Projeto Escola Brasil – Banco Santander – com a doação de Tatames e Kimonos e a ajuda de voluntários – Marcus Vinicius Andrade Brasil (Advogado) e Cristiane de Morais Alves (Nutricionista) – o Projeto saiu da teoria para a prática e já está em seu sétimo ano, atendendo a criançada do bairro com Aulas de Reforço (Inglês e Português), e Aikidô, todos os domingos a tarde, das 13h:30m às 17h:30m.

Após sete anos de existência do Projeto Aikidô da Escola Municipal São Francisco de Assis observou-se que uma pequena ação pode trazer um grande resultado: melhora nas relações entre os alunos; melhoria da saúde e asseio; das relações sociais; na frequência escolar e no afastamento da violência. Os voluntários aprendem dia a dia com as diversas exigências; a escola está mais participativa na vida do aluno e vice- versa e a relação entre sociedade/escola está reforçada.

A cada fim de semana o Projeto Aikidô caminha em frente, superando os obstáculos que se apresentam para melhorar a vida das crianças do bairro de N.S. de Nazaré e Bom Pastor.
.
Projeto Aikidô

Escola Municipal São Francisco de Assis – N.S de Nazaré – Natal/RN
Av. Miguel Castro, 126, Bairro Nossa Senhora de Nazaré, CEP 59062-000
Fones: (84) 3232-4867, (84) 3213-2133
Site: http://www.projetoaikido.wordpress.com
E-mail: mvabrasil@yahoo.com.br

Encontros todos os domingos das 13h:30m às 17h:30m

.
Colaboração:

http://www.impressione.wordpress.com
http://www.projetoaikido.wordpress.com

.


Morihei Ueshiba (1883-1969) – 46 anos da passagem do Fundador do Aikidô

27/04/2015

.
Ontem, 26/04/2014, fez exatos 46 anos da morte do Fundador do Aikidô, Morihei Ueshiba, conhecido pelos Aikidocas ao redor do mundo como Ô –Sensei – Grande Mestre.

Os últimos anos de Morihei Ueshiba foram passados principalmente em Tóquio à medida que a sua saúde se tornava gradualmente mais frágil em virtude de sua idade já avançada, 86 anos. Não obstante, continuou ensinando até março de 1969, altura em que adoeceu, devido a complicações no fígado, e foi internado no hospital da Universidade de Keio. Na ocasião Morihei disse a seu filho Kisshomaru: “Deus está me chamando”.

Uma das últimas aparições do Ô-Sensei deu-se no dia 15 de abril de 1969, Morihei participou das comemorações do ano novo no Hombu Dojô. Mesmo parecendo estar com a saúde impecável, sua condição física deteriorava-se rapidamente e devido a tal quadro seus numerosos discípulos e amigos fizeram suas últimas visitas e homenagens. Mesmo já no final de sua existência neste plano Ô-Sensei propagava os ideais do Aikidô, e dizia aos presentes: “O Aikidô é para todos…” dizia o Mestre, “não treinem por razões egoístas, mas para todas as pessoas em todos os lugares”.

No dia 26 de abril de 1969, Morihei Ueshiba, aos 86 anos de idade, tomou a mão de seu filho Kisshomaru, riu e disse: “Tome conta de tudo”, e desencarnou.

Uma vigília foi realizada no Hombu Dojô no dia 1º de maio de 1969, a partir das 19h e, no mesmo dia, foi consagrada ao Fundador do Aikidô uma condecoração póstuma pelo Imperador Hirohito. Suas cinzas foram depositadas no cemitério de Tannabe, no templo da família Ueshiba, e mechas de seu cabelo foram guardadas em relicários no Santuário Aiki, em Iwama; no cemitério da família Ueshiba, em Ayabe; e no Grande Santuário de Kumano. Kisshomaru Ueshiba foi eleito para suceder seu pai como Aiki Doshu, por decisão unânime da Aikikai, em 14 de junho de 1970.

O Budô não é um meio de se derrotar um oponente pela força ou com armas letais. Também não é seu propósito levar o mundo à destruição pelas armas ou por outros meios ilegítimos. O verdadeiro Budô busca ordenar a energia intrínseca do Universo, protegendo a paz mundial, moldando e também preservando tudo na natureza em sua forma correta. Praticar o Budô é essencial para fortalecer, em meu corpo e em minha alma, o amor do kami, a divindade que gera, preserva e nutre todas as coisas na natureza” – Morihei Ueshiba.

.
Conheça o Aikidô:

Local: Academia Central de Aikidô de Natal – ACAN
Endereço: Rua Prof. João Ferreira de Melo – Capim Macio – Natal/RN – Fundos do CCAB Sul
Telefone: (84) 2020-4841
Site: http://www.aikidorn.com.br

.
Colaboração:

http://www.impressione.wordpress.com

.


WORKSHOP – ARTE DO DESPERTAR – ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDO DE NATAL

19/03/2015

.

Hoje se sabe que os sofrimentos estão sempre ligados aos pensamentos baseados no futuro e no passado. Paramos de viver em paz porque paramos de estar presentes, de viver este momento, o agora. A chave para viver em paz, cheio de alegria e felicidade é estar presente, consciente de que só existe este momento, que somos diferentes em pensamentos, mas somos todos iguais em essência, No SER. Na vida há uma palavra que sempre nos persegue chamada conflito, e trabalhar para não ter ou existir conflito, não é uma tarefa fácil, mas é simples, quando se entende como.

.

WORKSHOP – ARTE DO DESPERTAR

Data: 01/04/2015 (Quarta) às 19h

Local: Academia Central de Aikido de Natal

Rua Prof. João Ferreira de Melo, 2978; Capim Macio – Natal/RN

Investimento: R$10,00.

Para quem adquirir o livro “Arte do Despertar” o workshop é gratuito.

Maiores Informações com Kelly Rocha  (8887-2287 Oi / WHATSAPP).

.

PALESTRANTE Filiado à União Sul Americana de Aikido – Kawai Shihan, Sensei Marcio Zanardo Sabo, 3º Dan (SP) é instrutor desta arte marcial japonesa que pratica desde 1996. Em sua escola em Mogi das Cruzes (SP) treina crianças, homens, mulheres, incluindo a 3ª idade. Também ministra aulas particulares para públicos específicos, como empresários e juízes. É palestrante e lançou seu primeiro livro: “Arte do Despertar”.

.

LIVRO Hoje a ferramenta mais sofisticada e eficiente para despertar é a presença, ou seja, este momento. A pessoa que usa corretamente a presença ganha uma nova qualidade em vida e uma nova consciência das coisas, com ela você encontra a chave para a solução de qualquer tipo de problema e conflito. Arte do Despertar é um livro que ajudará você a enxergar sua vida de uma forma totalmente diferente. Adquira o livro clicando AQUI!!!

.

VEJA O EVENTO NO FACEBOOK:

Workshop Arte do Despertar

.

Colaboração:

WWW.aikidorn.com.br

WWW.impressione.wordpress.com


EXAME DE DAN (FAIXA-PRETA) DA ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDO DE NATAL – 24/01/15

12/01/2015

.

Caros Aikidocas, amigos e demais simpatizantes da Arte de Morihei Ueshiba, a Academia Central de Aikidô de Natal (RN – Brasil) convida a todos a participarem de mais um Exame de Faixa-Preta (Exame de Dans) no sábado dia 24/01/15.

Nesta oportunidade será realizado no horário da manhã (8h30m) o referido exame e no horário da tarde um Koshukai (Treino Livre) às 17h.

Desta vez a Academia Central de Aikidô de Natal trará para o evento o Sensei Valdecir Fornazier – 5º Dan.

O Exame de faixa-preta (Exame de Dans) e o Koshukai acontecerão nas dependências da Academia Central, no endereço ao final.

.

INSTRUÇÕES PARA O EVENTO:

– Chegar meia hora antes para evitar atrasos.

– Atenção para kimonos limpos, unhas aparadas e a etiqueta do dojô.

(Etiqueta e orientações para a conduta no dojô: AQUI !!!).

.

Colaboração:

ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL (ACAN). Filiada à União Sul-Americana de Aikidô Kawai ShihanRua Prof. João Ferreira de Melo, 2978. Capim Macio. 59078-320. Natal, RN (MAPA!!!). Fone: 84 2020-4841 – Site: www.aikidorn.com.brE-mail: aikidonatal@gmail.com

.

Colaboração:

www.aikidorn.com.br

www.impressione.wordpress.com

.


Projeto Aikidô – Nova Voluntária

09/04/2014

.

O Projeto Aikidô dá as boas vindas à nova voluntária, Cristiane de Morais Alves, e responsável pelas aulas de inglês. Informa que as aulas com a Profa. Cristiane se darão aos domingos, das 13h:30m às 14h:15m, antes dos treinos de aikidô do projeto.

.

Colaboração:

www.projetoaikido.wordpress.com

www.impressione.wordpress.com

..


Projeto Aikidô – Aviso: Novo Horário – 2014

17/03/2014

.

O Projeto Aikidô, informa que está realizando suas atividades todos os domingos na Escola Municipal São Francisco de Assis, bairro de N.S. de Nazaré em Natal/RN, das 14h às 17h. Os treinos de Aikidô serão ministrados das 15h às 16h:30m.

.

Todos estão convidados a conhecer o projeto e a participar dos treinos.

E veja as novas fotos no álbum: AQUI!!!

.

Colaboração:

www.projetoaikido.wordpress.com

www.impressione.wordpress.com

.


Aikidô Natal – Exame de Dan e os Aprovados

04/12/2013

.

No sábado, dia 30/11/13, ocorreu na cidade Natal, estado do Rio Grande do Norte, mais um exame de Faixas-Pretas da Academia Central de Aikidô de Natal. O evento deu-se na sede da Academia Central de Aikidô de Natal com a presença do Sensei Toni Rodrigues, 5º Dan de Aikidô e representante da União Sul Americana de Aikidô – Kawai Shihan.

Dentre os convidados, o evento contou com a presença Sensei Rogério Paodejuenas, representando o estado da Paraíba e Sensei Antônio Medeiros representando o estado de Pernambuco, bem como os colegas das Academias de Natal.

O evento teve início com um treino de abertura ministrado pelo Sensei Toni e após o treino, os praticantes foram avaliados.

Após os exames, aqueles que participavam, foram prestigiar a presença do Mestre Toni Rodrigues em um almoço no restaurante Mangai.

No final da tarde do mesmo dia, às 17:00h, os alunos da Academia Central de Aikidô de Natal e seus convidados participaram em peso do último treino do dia ministrado por Toni Sensei.

Por fim, segue os novos Yudanshas da Academia Central de Aikidô de Natal, João Pessoa e Recife.

.

Shodan

CICERO FERREIRA DE FRANÇA NETO – Natal/RN

DANIEL NICOLAU DE VASCONCELOS PINHEIRO – Natal/RN

EDNO DE MEDEIROS GRACIA – João Pessoa/PB

EDUARDO TAVARES DE LIMA – Recife/PE

MARCIO HENRIQUE YACYSZYN RODRIGUES – Natal/RN

Nidan

ADRIUS VIEIRA DINIZ – Recife/PE

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.aikidorn.com.br

.


EXAME DE DAN (FAIXA-PRETA) DA ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDO DE NATAL – 30/11/13

26/11/2013

.

Caros Aikidocas, amigos e demais simpatizantes da Arte de Morihei Ueshiba, a Academia Central de Aikidô de Natal (RN – Brasil) convida a todos a participarem de mais um Exame de Faixa-Preta (Exame de Dans) no sábado dia 30/11/13.

Nesta oportunidade será realizado no horário da manhã (8h) o referido exame e no horário da tarde um Koshukai (Treino Livre) às 17h.

Desta vez a Academia Central de Aikidô de Natal trará para o evento o Sensei Toni Rodrigues – 5º Dan, representante da União Sul Americana de Aikidô Kawai Shihan .

O Exame de faixa-preta (Exame de Dans) e o Koshukai acontecerão nas dependências da Academia Central, no endereço ao final.

Veja o cartaz do evento AQUI !!! 

.

ENTRADA: 2 kg de alimentos não perecíveis.

.

INSTRUÇÕES PARA O EVENTO:

– Chegar meia hora antes para evitar atrasos.

– Atenção para kimonos limpos, unhas aparadas e a etiqueta do dojô.

(Etiqueta e orientações para a conduta no dojô: AQUI !!!).

.

Colaboração:

ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL (ACAN). Filiada à União Sul-Americana de Aikidô Kawai Shihan – Rua Prof. João Ferreira de Melo, 2978. Capim Macio. 59078-320. Natal, RN (MAPA!!!). Fone: 84 2020-4841 – Site: www.aikidorn.com.br – E-mail: aikidonatal@gmail.com

www.impressione.wordpress.com

.


14 ANOS DO AIKIDÔ KAWAI SHIHAN EM NATAL – PROGRAMAÇÃO

02/10/2013

.

Segue a programação da comemoração dos 14 anos do Aikidô Kawai Shihan em Natal/RN. Sinta-se convidado.

SEMINÁRIO COM SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN (ARG)

.
08/OUT – TERÇA:
19h às 20h30

09/OUT – QUARTA: 19h às 20h30
10/OUT – QUINTA: 19h às 20h30
11/OUT – SEXTA: 19h às 20h30
12/OUT – SÁBADO: 08h às 9h30 / 10h às 11h30 / 16h às 17h30
.
VAGAS LIMITADAS – CONTRIBUIÇÃO: R$ 70,00
Inscrições na secretaria da ACAN

.

APRESENTAÇÕES CULTURAIS CONFIRMADAS:.

12/OUT – SÁBADO – 20hQUARTETOWASA
– Aja Devi (chello)
– Gustavo André Silveira (violão)
– Mariana Holschuh (violino)
– Phillipp Paiva (viola)

* Participações especiais:
Alexandre Atmarama (Violão), Ana Claúdia Albano (Bailarina) e Kleiton Cassemiro (Sax).
.

DICAS DE HOSPEDAGEM:.

POUSADA RIO TOUR
http://pousadariotur.com.br/index.php?open=home
Rua Missionário Gunnar Vingren, 3500, Capim Macio.
RESERVAS SÓ PELOS TELEFONES: 3217-1715 / 3207-3236 / 9987-3480
.
CHALÉS PARAÍSO TROPICAL
http://www.chalesparaisotropical.com.br/
Av. Eng. Roberto Freire, 502 – Ponta Negra
Telefax : (84) 3219 3435 | oi 8833 0155 | tim 4141 7044 | claro 9149 6860
E-mail: contato@chalesparaisotropical.com.br
.
RECANTO DA COSTEIRA
http://www.recantodacosteira.com.br/recanto/index.asp
Rua Pedro Fonseca Filho, 8856 – Ponta Negra – Natal/RN
Tel.: (84) 3219-3856 / 96294940 (TIM) / 87728988 (OI)
E-mail: hotel@recantodacosteira.com.br
.
ou no próprio Dojo (solicite: aikidonatal@gmail.com).

.

Colaboração:

www.aikidorn.com.br

www.impressione.wordpress.com

.


14 ANOS DO AIKIDÔ KAWAI SHIHAN EM NATAL – ANIVERSÁRIO DA ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL COM SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN (ARG) – DIAS 8 A 12 DE OUTUBRO DE 2013 – NATAL, RN – BRASIL

01/10/2013

.

Caros Aikidocas, amigos e demais simpatizantes da Arte de Morihei Ueshiba, a Academia Central de Aikidô de Natal (RN – Brasil) convida a todos a participarem de evento comemorativo aos seus 14 anos de vida.

Nesta oportunidade será realizado mais um Seminário Internacional na ACAN, com a presença do Shihan Argentino, Edgardo Novelino – 6º Dan, Vice-presidente dUnião Sul Americana de Aikidô Kawai Shihan.

O ANIVERSÁRIO DA ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL acontecerá nas dependências da Academia Central, no endereço ao final, nos dias 08 a 12 de Outubro de 2013.

Veja as notícias sobre o evento no facebook da ACANAQUI !!!

.

Em breve apresentaremos a programação:

.

INSTRUÇÕES PARA O EVENTO:

Procurar chegar meia hora antes para evitar atrasos.

Atenção para kimonos limpos, unhas aparadas e a etiqueta do dojô.

(Etiqueta e orientações para a conduta no dojô: AQUI !!!).

Colaboração:

ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL (ACAN). Filiada à União Sul-Americana de Aikidô Kawai Shihan – Rua Prof. João Ferreira de Melo, 2978. Capim Macio. 59078-320. Natal, RN (MAPA!!!). Fone: 84 2020-4841 – Site: www.aikidorn.com.br – E-mail:aikidonatal@gmail.com .

www.impressione.wordpress.com

.


Reflexões sobre o título de Yudansha – Por Mitsugi Saotome

19/08/2013

.

O título de Yudansha (Faixa-Preta e seus dans) é concedido por várias razões, não apenas por habilidades técnicas. Só porque uma pessoa recebe um certo ranking de Yudansha, não significa que ele ou ela conseguiram o respectivo nível de habilidade naquele momento. Significa que eu sinto que a pessoa está no limiar e crescerá naquele nível com a pressão da responsabilidade que adquiriu.

É óbvio que, receber promoção a qualquer nível de Yudansha, pressupõe-se a existência de certa competência técnica. Mas somente isso não é o suficiente. Meus olhos enxergam de modo diferente quando vejo um aluno praticando. Eu vejo a personalidade e o crescimento dessa ou desse aluno. Eu freqüentemente sei qual é o tipo de dificuldade que o aluno tem que superar. Tenho uma boa noção do quanto essa pessoa tem feito por seu grupo, quanta responsabilidade ele é capaz de suportar e o quanto ele ou ela fez para ajudar aos outros. Eu conheço o crescimento espiritual e social dessa pessoa e suas habilidades no que diz respeito à liderança.

Foi me perguntado várias vezes como um aluno deve treinar e com que tipo de meta em mente para cada exame de Yudansha. A maioria disso não pode ser colocada em palavras e devem vir do coração individual de cada aluno com seu crescimento na compreensão; mas eu posso lhe dar alguns conselhos:

.

Para treinar para Shodan (Faixa-Preta 1° Dan):

Você está treinando para se tornar um iniciante, e não mais um convidado no dojô, mas um aluno com reais responsabilidades. Deve-se estudar a forma básica de técnica e o princípio básico, até que o movimento correto se torne automático e seja natural.

Para treinar para Nidan: (Faixa-Preta 2° Dan):

A potência do movimento deve ser enfatizada e desenvolvida. A realidade funcional da técnica deve ser explorada e uma compreensão do que realmente funciona e porque deve ser desenvolvida.

Para treinar para Sandan: (Faixa-Preta 3° Dan):

O aluno deve desenvolver um entendimento do princípio de Aiki e começar desprender-se da técnica.

Para treinar para Yondan: (Faixa-Preta 4° Dan):

O aluno deve descobrir a filosofia do princípio de Aiki e seu relacionamento com a técnica. A forma técnica deve estar profundamente refinada de acordo com sua compreensão, e o estudante deve começar a desenvolver seriamente a arte de treinar a outros. O treinamento pessoal já não é o suficiente. O aluno deve entender a responsabilidade social.

Para treinar para Godan: (Faixa-Preta 5° Dan):

Deve-se fazer do princípio de Aiki uma parte direta em sua vida, desenvolvendo assim um espírito incrível, qualidades de liderança e a aplicação espiritual e social do princípio de Aiki. Uma completa espontaneidade de técnica deve ser desenvolvida, a qual não é mais técnica, mas o princípio que suporta a base da técnica. Deve haver, quando se atingir esse ponto, uma dedicação completa à arte, e um grande crescimento espiritual. Um crescimento que produz não uma preocupação com um dojô ou uma área, mas uma preocupação ativa por todos os alunos e todas as pessoas do mundo. Por todos esses anos de treinamento, sua compreensão física, mental, social e espiritual e força devem uniformemente sempre estar progredindo. A aplicação espontânea de Aiki deve progredir. Se você para de treinar em qualquer desses níveis, seu Aikidô não crescerá mais.

Apenas gastar seu tempo treinando não faz sentido. A qualidade e intensidade de seu treinamento, as descobertas que você faz a cada dia, essas coisas são significativas. Você deve treinar duramente e descobrir a resposta por si mesmo.

.

Tradução:

Paulo C. G. Proença – Dojô Kokoro – www.aikido.sorocaba.nom.br

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.aikido.sorocaba.nom.br

.


Projeto Aikidô – Desde Junho de 2008 – Feliz Aniversário

26/06/2013

.

O Blog I M P R E S S Õ E S – A I K I D Ô parabeniza o Projeto Aikidô – E.M São Francisco de Assis – pelo seu 5º ano de sucesso. Desejamos aos Voluntários e Alunos, que continuem a divulgar os ensinamentos de Morihei Ueshiba e a trilhar os caminhos da Arte da Paz.

Em comemoração à data, o Projeto Aikidô convida os aikidocas interessados a participarem de treino especial comemorativo pelo seu 5º aniversáriodia 14/07/13, às 15h – após o recesso escolar, na Escola Municipal São Francisco de Assis (Mapa).

.

História do Projeto Aikidô

O Projeto Aikidô é desenvolvido na Escola Municipal São Francisco de Assis, bairro de N.S. de Nazaré em Natal/RN desde 26/06/2008. Local de grande desigualdade social, presença de comércio informal e inúmeras vilas em condições semelhantes às favelas. A violência do bairro é uma constante na mídia Norteriograndense.

A necessidade de afastar as crianças de tais condições e terem na escola do bairro um refúgio seguro, foram as motivações para a implantação do Projeto Aikidô. O Projeto, além de aulas de Aikidô (arte marcial japonesa) que prega a harmonia, a cooperação, e a saúde corporal, também incentiva a escrita, a leitura e a nutrição. Com o patrocínio do Projeto Escola Brasil – Banco Santander com a doação de Tatames e Kimonos e a ajuda de voluntários – Marcus Vinicius Andrade Brasil (Advogado) , Ellen Karine Mouzinho de Pontes (Técnica em Controle Ambiental e Professora de Inglês) e Andrea Karina Melo Lins de Pontes (Técnica em Manutenção de Microcomputadores – Professora de Português e Matemática) – o Projeto saiu da teoria para a prática e já está em seu quarto ano, atendendo uma média de 25 crianças com Aulas de Reforço (Inglês, Português e Matemática), Recreação e Aikidô, todos os domingos a tarde, das 13h:30m às 17h:30m.

Os exercícios de Aikidô desenvolvem a disciplina, a saúde física e mental, coordenação motora, o alongamento corporal e a postura. A nutrição dos participantes foi revista por profissional assim como o acompanhamento pedagógico.

Após cinco anos de existência do Projeto Aikidô da Escola Municipal São Francisco de Assis observou-se que uma pequena ação pode trazer um grande resultado: melhora nas relações entre os alunos; melhoria da saúde e asseio; das relações sociais; na frequência escolar e no afastamento da violência. Os voluntários aprendem dia a dia com as diversas exigências; a escola está mais participativa na vida do aluno e vice- versa e a relação entre sociedade/escola está reforçada.

A cada fim de semana o Projeto Aikidô caminha em frente, superando os obstáculos que se apresentam para melhorar a vida das crianças do bairro de N.S. de Nazaré.

.

Projeto Aikidô

Escola Municipal São Francisco de Assis – N.S de Nazaré – Natal/RN

Av. Miguel Castro, 126, Bairro Nossa Senhora de Nazaré, CEP 59062-000

Fones: (84) 3232-4867, (84) 3213-2133 e (84) 9983-9443

Site: www.projetoaikido.wordpress.com

E-mail: mvabrasil@yahoo.com.br

Encontros todos os domingos das 13h:30m às 17h:30m

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.projetoaikido.wordpress.com

.


Fora da Linha de Choque – Por Richard Moon

10/05/2013

.

Ficar “fora da linha de choque” é o primeiro passo da relação de harmonia. Na prática do Aikido no tatame, isso significa ficar fora do caminho de um ataque, do golpe de uma espada, de um empurrão físico ou de uma tentativa de agarramento, O ataque serve como uma metáfora para qualquer mudança ou pressão na vida diária. A pressão do ataque representa a pressão da vida diária: o tempo, o stress psicológico e emocional, etc.

Ficar fora da linha de choque é uma técnica poderosa, especialmente quando o atacante tem a intenção de causar mal — do ponto de vista físico, político ou social. Se você não “estiver lá” para receber o ataque e o seu adversário não conseguir acertar o golpe, ele não poderá machucar você. Fora da linha de choque, a energia que seria gasta para se defender fica disponível para ser usada no processo criativo.

O movimento de sair da linha do choque pode ser descrito num contexto emocional como “não levar para o lado pessoal”. Fique fora da linha de choque. Não deixe que a interação com outra pessoa se torne uma questão pessoal. Opte por aceitá-la e compreender o seu significado como uma expressão do modo como ela se sente. Aceitação não significa necessariamente concordância. Se não tomar a reação do outro como uma afronta, você ficará livre para iniciar um diálogo genuíno. vocês podem buscar soluções criativas juntos, em vez de se perderem em argumentos negativos ou defensivos, que mais drenam que vitalizam e diminuem a qualidade do relacionamento.

.

Richard Moon emAikido em três lições simples

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

Aikidô São Leopoldo

.


Aos leitores do IMPRESSÕES-AIKIDÔ

24/01/2013

.

O Blog IMPRESSÕES-AIKIDÔ está aceitando sugestões de textos para publicação. Pode ser texto de própria autoria (enviando o arquivo) ou texto da internet (enviando o link para o original). Os assuntos, além de Aikidô, podem ser: Ki, Zen, Aikidô com Trabalho Social/Voluntário, Artes Marciais ou qualquer outro assunto correlato. Envie para o e-mail constante na aba Contato com seus dados: nome; graduação; site da academia, e caso tenha facebook, o link.

Faça sua contribuição e divulgue seu Dojô.

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

.


Preservando a Autenticidade nos Treinos de Aikidô – Por Yukio Kawahara – 8ºDan

16/01/2013

.

A arte marcial é uma forma de facilitar o crescimento espiritual através do aprendizado de técnicas marciais. Bujutsu, ou disciplina marcial, é uma educação física que serve como um guia para o modo de ser.

A formação tradicional marcial japonesa foi desenvolvida a partir da necessidade de auto-proteção e superação do adversário. A este respeito eu tenho uma preocupação com as atitudes dos estudantes de Aikidô referente ao treinamento marcial. Tenho a impressão de que algumas pessoas negligenciam o aspecto marcial da arte e se empolgam com o aspecto filosófico. Sem entender o espírito marcial inerente ao treinamento marcial, alguns criam uma pseudo-arte marcial simplesmente buscando uma sensação de harmonia.

No entanto, você não pode diluir ou ignorar o lado estritamente marcial do Aikidô, incluindo aí as maneiras pelas quais você se relaciona com o seu instrutor e seus colegas praticantes. Portanto, eu gostaria de lembrar aos alunos algumas maneiras básicas de se portar dentro e fora dos tatames, como segue:

1. Mostrar respeito para com o instrutor e praticantes mais antigos. Algumas pessoas parecem acreditar que têm o direito de praticar a sua maneira, desde que pague os seus honorários. Eles esquecem que eles estão em um dojô, a fim de serem treinados.

2. Ao visitar um outro dojô, apresente-se ao intrutor para obter deste a permissão para treinar. Não assuma que esta autorização será concedida automaticamente. A maneira de apresentar-se para um outro artista marcial deve incorporar a sua sensibilidade extrema a um confronto de vida ou morte em potencial.

3. Respeite aqueles com níveis mais elevados, mesmo fora do tatame. Honre os seus conhecimentos e realizações com respeito, e tente aprender com eles o máximo que puder, sempre que você estiver com eles. Da mesma forma, não trate os professores como amigos ou colegas de forma que possa perder as boas maneiras.

4. Siga aquilo que o instrutor demonstra durante o treinamento. Não se envolva em instruções diversas, ou pessoalmente modificadas (técnicas ou ensinamentos errados) ou conflitos físicos com outros praticantes. Não entre e nem saia do tatame durante as aulas sem a permissão do instrutor.

Eu quero que os instrutores treinem seus alunos com obediência a esses princípios e se esforcem para manter a ordem e a unidade do dojô.

Há lugares onde as pessoas praticam inquestionavelmente o pseudo-Aikido, que é inútil como uma arte marcial. Eu acho que há problemas com a forma como o Aikido é interpretado e praticado. Se os instrutores forem conscientes e respeitosos o suficiente para com o Aikido –estritamente como arte marcial – eles seriam mais cuidadosos sobre e quando poderiam iniciar seus próprios dojôs, julgando seu nível de conhecimento e prontidão, como um professor de artes marciais.

Por rigoroso treinamento de artes marciais, eu não quero dizer prática áspera. O que é mais importante é a sua atitude para com o treinamento. Você precisa constantemente se perguntar: O que é “budô“? Treinamento Budo é um negócio sério.

Aprender uma arte marcial japonesa é, na forma, a aprendizagem da cultura japonesa. Então, a pessoa ignorar ou distorcer esse pano de fundo cultural do Aikido, afirmando que este é o Canadá e devem praticar da forma como eles se sentem bem, não é correto. Eu gostaria de sugerir que vocês se esforçem para preservar a forma adequada e autêntica do Aikidô como uma arte marcial forte.

*Yukio Kawahara – 8 º Dan – Shihan, Instrutor-chefe da British Columbia Federação de Aikidô.

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.aikidosphere.com
.


5 Lições do Aikidô para os Negócios – Por Pedro Souza

26/12/2012

.

O Aikidô é uma arte marcial japonesa que se preocupa com a resolução de problemas através da harmonização das circunstâncias. Sua dinâmica tende a representar a interação entre as pessoas e os desafios que enfrentam, trazendo como resultado, além de um excelente esporte, uma filosofia abrangente, de aplicação prática no ambiente de negócios e na vida pessoal. Conheça 5 princípios, entre tantos outros, que são ensinados pelo Aikidô.

O Princípio do ukemi.

Todo negócio é baseado em ciclos de expansão e recessão, e assim cair é parte de um processo natural. Através do chamado ukemi, rolamento executado diante da queda, o Aikidô ensina que a mesma energia que lhe derrubou pode ser usada para coloca-lo em pé novamente. Significa reconhecer e avaliar a circunstância, se posicionando e agindo para aproveitar as adversidades ao seu favor.

Continue andando.

O movimento de andar é composto por momentos de desequilíbrio, no qual um dos pés está pendendo a cair para frente, e de equilíbrio, quando ele finalmente encosta o chão. Para o Aikidô, continuar andando é a chave para manter-se em pé. Ou da mesma forma, só é possível derrubar o concorrente ao impedir que ele finalize o próximo passo. O que não necessariamente é outra empresa, ou outra pessoa: não se esqueça de olhar para si, e continuar andando.

Na adversidade, não recue.

O ser humano tem como tendência natural dar um passo para trás quando diante de uma situação adversa. O Aikidô inverte essa lógica, fazendo com que os seus praticantes se aproximem ainda mais do oponente, de forma estratégica, dominando a adversidade. Ainda mais importante do que enfrentar as dificuldades é enfrentá-las de modo inteligente.

Não crie resistência, se adapte.

Diferente de tantos outros praticantes de artes marciais, o Aikidoísta não se opõe ao adversário, criando resistência aos seus golpes. De fato, ele se adapta à circunstância, canalizando a energia despendida pelo oponente em seu favor, fazendo com que “o ataque saia pela culatra”.

Se você precisa fazer força, está fazendo errado.

É uma tendência natural tentar atingir resultados através da força e da insistência, algo que pode ser considerado até mesmo um axioma do pensamento ocidental, mas que na prática não se justifica. Para o Aikidô, forçar um situação significa se opor ao fluxo de energia predominante, perturbando a harmonia do movimento e limitando as suas chances de sucesso. Uma analogia bastante esclarecedora seria a do movimento realizado pelo rio. Ele é capaz de despender uma grande quantidade de energia por adaptar seu movimento ao fluxo natural, sem insistir contra as pedras ou mesmo negar sua essência líquida e indefesa.

.

Veja AQUI o link para o original

.

* Pedro Henrique Souza é palestrante, autor deStakeholding, a próxima ciência dos negóciose CEO da Hëd River, auditoria e consultoria especializada em Marketing e relação com stakeholders, aplicando a visão de profissionais únicos em áreas como neurociências, filosofia e ciências sociais para orientar empresas como a sua a se tornarem imbatíveis.

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.administradores.com.br


Um Caminho de Harmonia – Por João Estevam Fernandes Neto*

13/12/2012

.

“O mestre faz a reverência e levanta-se, o oponente dispara em sua direção e a espada corta o ar, a esquiva do mestre foi instintiva, os discípulos que a cena assistiam não a perceberam, segui-se outro corte, o mestre movimentava-se, como se nem estivesse sendo atacado, e vários outros cortes se seguem. 

O mestre não possui a intenção de machucar seu oponente, prefere ensiná-lo, se quisesse ensinar usando o ódio, o distanciamento ideal mantido desde o primeiro corte já o teria permitido encerrar a lição, mas prefere o amor. Então continua harmonizando-se, sem atacar, a perfeita observação cultivada durante os mais de 60 anos de treino o põem em um estado de interação dinâmica que faz os dois parecem apenas um, a sua respiração correta e ritmada, permitem-no passar por um tempo consideravelmente grande sem cansar-se. Passados alguns minutos o oponente já mostrava sinais de cansaço. 

O movimento seguinte de apenas poucos segundos, definiu tudo, o mestre, acompanha o movimento de corte e redirecionando sua energia (do corte) o prolonga, arremessando em seguida o oponente ao chão, ao tomar seu centro e sua espada. Então o mestre para, senta-se e curva-se, agradecendo a Deus não só por esta luta, mas por toda sua vida. Ao oponente resta apenas levantar-se com um pouco de dificuldade e reconhecer a eficácia do mestre e da arte, na esperança de que o mestre o aceite como discípulo. E o mestre assim o faz.”

O encontro ficcional acima descrito tem a única intenção de expor um pouco da filosofia e do pensamento de um verdadeiro praticante do Budô. A palavra Budô pode ser traduzida como “caminho do guerreiro” e serve para designar as artes marciais de origem Japonesa. Não sei por qual motivo, mas este tipo de “esporte” sempre me seduziu, haja vista que nunca tive admiração pelo futebol, como a maioria de meus compatriotas, e a primeira com a qual tive contato foi o Karatê-dô, lá no longínquo ano de 1990. Assisti uma demonstração e fiquei fascinado, só não comecei a praticar imediatamente por estar com o braço engessado, resultado de uma traquinagem infantil.

Após a retirada do gesso, meus pais arrumaram alguma maneira de me persuadir a adiar o início da prática, e sempre que eu voltava ao assunto eles inventavam outra maneira – eles não ficaram tão fascinados como eu, até que cerca de sete anos depois ingressei na Academia Pequeno Felino, onde pratiquei Karatê-dô durante alguns anos.

Hoje pratico Aikidô com o Sensei James e escrevo este texto por sugestão deste mestre. Nestes anos de prática aprendi muita coisa na APF e não somente sobre o Karatê-dô, o Sensei Messias possui uma vasta sabedoria, freqüentemente compartilhada com seus alunos. Em certas ocasiões lembro claramente de o ver demonstrar técnicas de outras artes, inclusive do Aikidô e também de suas palavras de incentivo quando resolvi por este caminho seguir: “Cada passo que se dá em direção à arte, são na verdade dois passos e não apenas um, pois é como se você estivesse em frente a um espelho e a cada passo seu a arte também dá um passo”.

Em 2005, dei o primeiro passo – na verdade dois – em direção ao aprendizado do Aikidô, o terceiro passo demorou quase seis anos e espero, sinceramente, que os próximos sejam mais breves. Praticamos Aikidô na Academia Central de Aikido de Santa Cruz. O Aikidô, tem como fundador Ô-Sensei Morihei Ueshiba, é uma arte marcial moderna e não competitiva que visa o pleno desenvolvimento do ser humano. Venha você também treinar.

.

*João Estevam Fernandes Neto – Aluno da Academia Central de Aikidô de Santa Cruz – RN

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.apoesc.blogspot.com.br

.


O Aikido e o Mar – Por Fernando Avelino*

01/12/2012

.

Fui à praia pela manhã dar uma caminhada, alongar, e tomar um banho para tirar as mazelas e relaxar. Quando eu menos espero me pego pensando em Aikido após levar vários caldos das ondas. Estava relaxado, só entrando no mar sem foco e levando porrada das ondas quando involuntariamente usei um movimento de furar a onda e ir para trás dela. Nada demais a princípio, até que junto com esta veio uma segunda e me derrubou.

Eu comecei a refletir sobre isso, e me lembrei do treino de ontem que o Sensei usou espada, e nós desviávamos do golpe saindo da frente da espada avançando para as costas do atacante. Vi que o movimento de furar a onda seria o mesmo princípio, você anteciparia a quebra desta, indo para trás dela para sair do caminho do fluxo e a onda acertar o vazio. Nisso eu me pego trocando e trocando de base, girando, indo, voltando e percebi que estava me harmonizando com o mar. O mar empurrava, ao invés de travar ou ir contra o fluxo deixava ele me empurrar quando ele perdia força eu avançava, quando a maré me puxava eu ia e quando ela subia para quebrar eu passava por ela. Se ela me fazia girar não resistia e apenas trocava a base e continuava de frente para ele. Vi que dessa forma eu permanecia praticamente no mesmo lugar e sem gastar energia, ao contrário de quando se quer brigar com o mar e quando se vê a maré levou vários metros e você se cansou em vão. Achei essa “viagem” muito interessante e comecei a pensar como se eu fosse um Uke recebendo as técnicas.

Eu por estar iniciando ainda me pego me movimentando pouco por estar querendo olhar a técnica enquanto ela é aplicada em mim ao invés de estar sentindo o movimento e ver pra onde está indo o fluxo. Lembrei do Sensei em seus treinamentos sensoriais nos treinos de Aikido Funcional e então continuei me harmonizando com o mar só que dessa vez com os olhos fechados explorando audição, tato e noção de localização. Gira, avança, volta, vai, gira de novo… Depois de um tempo resolvi abrir os olhos e notei que o meu deslocamento do ponto inicial para onde eu parei quando abri os olhos foi equivalente ao que eu tinha tido com os olhos abertos. Saí um pouco da água, fiquei olhando o mar e pensando: “Cara, to ficando doido, Aikido e mar? Nada haver.” E então lembrei do último texto da nossa querida CrisB analisando a gentileza do Aikido em um jantar de Yakissoba e vi que os princípios são aplicados em todos os momentos de nosso dia a dia, só precisamos nos abrir para perceber. E essa percepção é que enriquece nossa arte, mas para que ela enriqueça precisa ser dividida para que sejam somadas novas percepções.

Se alguém testar, por favor, divida com todos as suas impressões. Obrigado a todos e grande abraço.

.

*Fernando Antonio Avelino – É faixa-branca (6º Kyu) da Academia Central de Aikidô de Natal.

.

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

.


1° Ecoencontro de Aikidoístas do RN – 1° e 2 de Dezembro de 2012 – Pedra da Boca/PB

25/11/2012

.

A Academia Central de Aikidô de Parnamirim(RN – Brasil) convida a todos a participarem do 1° Ecoencontro de Aikidoístas do RN.

Nesta oportunidade será realizado mais um Exame de Faixa (Dan e Kyu) com a presença do Secretário da União Sul Americana de Aikidô Kawai Shihan, Matias de Oliveira Sensei e do representante do Aikidô Kawai Shihan no Estado da Paraíba, Rogério Paodejuenas Sensei.

O 1° Ecoencontro de Aikidô acontecerá na Pousada Fulô da Pedra (Pedra da BocaParaíba) nos dias 1° e 2 de Dezembro de 2012.

..

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.aikidoparnamirim.com.br

.


SEMINÁRIO INTERNACIONAL BENEFICENTE DE AIKIDÔ DO RN – SENSEI LUCIANO FUSANO 5º DAN (ITA) – DIAS 23 E 24 DE NOVEMBRO DE 2012 – NATAL, RN – BRASIL

06/11/2012

*

Caros Aikidocas, amigos e demais simpatizantes da Arte de Morihei Ueshiba, a Academia Central de Aikidô de Natal (RN – Brasil) convida a todos a participarem de mais um Seminário Internacional Beneficente de Aikidô do RN. Nesta oportunidade a ACAN trás ao Estado do Rio Grande do Norte o Sensei Luciano Fusano (Aikikai Itália).

O evento beneficente servirá para, além do estudo do Aikidô e o aperfeiçoamento técnico dos aikidocas do Estado, arrecadar alimentos e fraldas geriátricas a serem doados a instituições de caridade.

O Seminário Internacional Beneficente de Aikidô do RN acontecerá nas dependências da Academia Central de Aikidô de Natal, no endereço ao final, nos dias 23 e 24 de Novembro de 2012.

Veja AQUI o cartaz do evento!!!

*

PROGRAMAÇÃO DO EVENTO

*

23/11/2012 – Sexta-Feira

19h às 22h – Treino Livre com Sensei Luciano Fusano 5º Dan (ITA)

 *

24/11/2012 – Sábado

10h às 12h – Treino Livre com Sensei Luciano Fusano 5º Dan (ITA)

17h às 19h – Treino Livre com Sensei Luciano Fusano 5º Dan (ITA)

*

INSTRUÇÕES PARA O EVENTO:

Doação de 3kg de alimentos não perecíveis e/ou fraldas geriátricas.

Chegar meia hora antes para evitar atrasos.

Atenção para kimonos limpos, unhas aparadas e a etiqueta do dojô.

(Etiqueta e orientações para a conduta no dojô: AQUI !!!).

*

Colaboração:

ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL (ACAN). Filiada à União Sul-Americana de Aikidô Kawai Shihan

End.: Rua Prof. João Ferreira de Melo, 2978. Capim Macio. 59078-320. Natal, RN (MAPA!!!).

Fone: 84 – 2020-4841

Site: www.aikidorn.com.br

E-mail: aikidonatal@gmail.com

e www.impressione.wordpress.com .

*


Impressões de um iniciante na Arte da Paz – Por Fernando Avelino*

05/11/2012

*

“Eu não pensei em título, mas essa foi uma sugestão do meu amigo Sensei Vinicius Brasil

*

Um mês aproximadamente de treino e a impressão que dá é que eu não sei de nada ainda, isso dá agonia as vezes. Mas ao mesmo tempo é interessante pensar assim, pois tudo que é passado é algo novo. Cada repetição é uma nova percepção do mesmo. “Pera”, “Calma”, “Então”, “Tá certo?”… Repito essas expressões o tempo todo tentando entender o desenho do movimento, se é avançando pela lateral, se é recuando para desequilibrar, se o braço gira para dentro ou para fora, por baixo ou por cima… Preocupar-me-ei quando começar a fazer os movimentos de forma mecânica e perder a diversão do aprender.

No começo estranhei a ritualística, não sou muito fã de “receber ordens”, tanto que fugi do exército pra não ficar ouvindo grito de graça. Mas no Aikido eu vi que isso é diferente, você não se curva ao Sensei por medo ou por “obrigação”, e sim por respeito e agradecimento. O Sensei não lhe dá “ordens”, ele lhe guia expondo as técnicas e supervisionando a sua execução, e tudo com o clima de amizade.

Eu iria começar a ler alguns livros que existem no site, mas preferi escrever esse texto antes de qualquer leitura para não influenciar a minha escrita. Ao contrário de outras artes que visam o combate, para mim o Aikido visa o crescimento pessoal fortalecendo corpo e espírito. Alguns acham que só as técnicas são importantes, mas não é só essa parte que importa no treino, a interação, a troca de experiência, a gentileza de se deixar levar ao chão para que outro aprenda uma técnica e poder ter essa gentileza retribuída, essas peculiaridades executadas de forma tão natural na nossa arte moldam o ser humano que a pratica em sua essência.

Eu agradeço imensamente aos Sensei(s) pela oportunidade do treino e pelos conhecimentos adquiridos, mas não posso esquecer dos meus companheiros de tatame, cada um de sua forma ajudam ao próximo nesse aprendizado. Em um dos treinos um faixa-preta se dispôs a direcionar o seu tempo para ao invés de estar exercitando as técnicas estar me ensinando alguns princípios básicos de pegada, de aproveitar o fluxo, se harmonizar.

O Sensei, em uma ocasião, viu que não estávamos praticando o que ele havia passado, mas ao invés de chamar para a técnica ele percebeu a interação que estava rolando e sorriu, nesse momento eu percebi que ao invés de estar aborrecido o faixa-preta estava feliz também por estar dividindo conhecimento e aí relaxei e o aprendizado fluiu. Esses pequenos atos nos tocam de forma que não percebemos. No dia seguinte estava fazendo dupla com uma faixa-branca, e aquilo que tinha aprendido um dia antes eu espontaneamente estava dividindo com ela. Quando ela assimilou o que eu estava passando aquilo me deu felicidade e eu me toquei de duas coisas: 1- que aquilo havia sido aprendido com aquele faixa-preta e entendi o prazer que ele estava sentindo enquanto ensinava; 2 – que enquanto isso acontecia havia um outro faixa-preta ao lado com um olhar satisfeito.

Para mim está sendo uma experiência maravilhosa, de aprender, dividir, cuidar do amigo se preocupando em não machucá-lo. Eu só tenho a agradecer a acolhida nessa nova família.

DOMO ARIGATO GOZAIMASHITA!

*

*Fernando Antonio Avelino – É faixa-branca (6º Kyu) da Academia Central de Aikidô de Natal.

*

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com


O Aikidô do RN Agradece !!!

29/10/2012

*

A Academia Central de Aikidô de Natal comemorou nos dias 23 a 27 de outubro de 2012 mais um ano de vida – 13º ano – com seminário e mais um exame de dans.

Aproveita o momento, e aqui agradece a presença do Shihan Edgardo Novelino (ARG), Vice-presidente da União Sul Americana de Aikidô – Kawai Shihan, pela sua simpatia, paciência, determinação e ensinamentos passados aos participantes do evento.

Agradece aos aikidocas da Academia Central de Natal e das demais Academias e Dojôs do Estado do RN por prestigiarem e abrilhantarem mais este evento:

*

Aikidô Potiguar Dojô

Tyugui Dojô

Aikido Higashi Dojô

Academia Central de Aikidô de Santa Cruz

Academia Central de Aikidô de Parnamirim

Academia Central de Aikidô de Mossoró

Projeto Aikidô

*

Agradece, também, a presença dos Sensei Rogério Paodejuenas (Academia Central de Aikidô de João Pessoa) e seus alunos; Sensei Henrique Dantas (Academia Central de Aikidô de Recife) e seus alunos; Sensei Antônio Medeiros (Aikidojo Social – Recife) e seus alunos e Sensei Paulo Gurgel (Círculo de Aikidô – Recife) e seus alunos.

E, por fim, parabeniza os novos graduados da Academia Central de Aikidô de Natal:

*

Shodan

Frederico Silveira

Gustavo André Silveira

Iran Marrocos

Mariana Holschuh

Nidan

Cristiana Barbosa

*

Veja AQUI as fotos do evento!!!

*

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.aikidorn.com.br

*


13 ANOS DO AIKIDÔ KAWAI SHIHAN EM NATAL – ANIVERSÁRIO DA ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL – SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE AIKIDÔ – SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN (ARG) – DIAS 23 A 27 DE OUTUBRO DE 2012 – NATAL, RN – BRASIL

09/10/2012

*

Caros Aikidocas, amigos e demais simpatizantes da Arte de Morihei Ueshiba, a Academia Central de Aikidô de Natal (RN – Brasil) convida a todos a participarem de evento comemorativo aos seus 13 anos de vida.

Nesta oportunidade será realizado mais um Seminário Internacional na ACAN, desta vez com a presença do Shihan Argentino, Edgardo Novelino – 6º Dan, Vice-presidente da União Sul Americana de Aikidô Kawai Shihan.

O evento também servirá para a apresentação de alguns trabalhos de autoria dos alunos da Academia Central de Aikidô de Natal.

O ANIVERSÁRIO DA ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL e o SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE AIKIDÔ acontecerão nas dependências da Academia Central, no endereço ao final, nos dias 23 a 27 de Outubro de 2012.

Veja o cartaz do evento AQUI !!!

E abaixo, segue a programação:

*

CALENDÁRIO DO EVENTO

23/10 – Terça-Feira

18h30TEMA: AIKIDO E VOLUNTARIADO – ASSIM COMO UKE E NAGUE – PROJETO AIKIDO DA ESCOLA MUNICIPAL SÃO FRANCISCO DE ASSIS com Sensei Vinicius Brasil.

19h às 21h – Treino com SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN

24/10 – Quarta-Feira

18h30TEMA: EFEITOS PSICOLÓGICOS DA PRÁTICA DE MEDITAÇÃO E AIKIDO EM PROFESSORES DA ZONA OESTE DE NATAL com Kelly Rocha.

19h às 21h – Treino com SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN

25/10 – Quinta-Feira

18h30TEMA: CORPO E NATUREZA: UM DIÁLOGO ENTRE A FILOSOFIA DE MERLEAU-PONTY E A FILOSOFIA DO AIKIDÔ com Moaldecir Freire Domingos Junior.

19h às 21h – Treino com SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN

26/10 – Sexta-Feira

18h30TEMA: AIKIDÔ E SUSTENTABILIDADE: POR UMA RELAÇÃO DE HARMONIA COM A NATUREZA com Raoni Gomes de Sousa.

19h às 21h – Treino com SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN

27/10 – Sábado

8h30 às 9h30 – Treino com SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN

9h35 – EXAME PARA FAIXAS PRETAS

16h30 às 18h30 – Treino com SHIHAN EDGARDO NOVELINO 6º DAN

20h – Evento Cultural – COMEMORAÇÃO DO 13º ANIVERSÁRIO DA ACAN

*

INSTRUÇÕES PARA O EVENTO:

Pagamento da contribuição de R$ 70,00.

Apresentação do recibo na entrada do evento.

Procurar chegar meia hora antes para evitar atrasos.

Atenção para kimonos limpos, unhas aparadas e a etiqueta do dojô.

(Etiqueta e orientações para a conduta no dojô: AQUI !!!).

*Participantes de outros Estados terão desconto, entrem em contato pelo nosso e-mail.

*

Colaboração:

ACADEMIA CENTRAL DE AIKIDÔ DE NATAL (ACAN). Filiada à União Sul-Americana de Aikidô Kawai Shihan – Rua Prof. João Ferreira de Melo, 2978. Capim Macio. 59078-320. Natal, RN (MAPA!!!). Fone: 84 2020-4841 – Site: www.aikidorn.com.brE-mail: aikidonatal@gmail.com e www.impressione.wordpress.com .

*


Alguns Pontos Sobre Promoções e Exames – Yoshimitsu Yamada Sensei *

02/10/2012

*

A atividade do Aikidô nesta parte do mundo (EUA)recentemente tornou-se muito excitante devido à presença de Osawa Sensei, que ministrou aulas no seminário anual de faixas pretas em Nova York.

Para os estudantes, o ponto alto deste tipo de seminário ou summer camp é o exame de faixa preta. Para ser honesto com vocês, este nem sempre é o ponto de destaque para mim. Às vezes – devido à performance dele ou dela – eu tenho que reprovar algum estudante, e, nenhum instrutor gosta de fazer isso.

Eu gostaria de discutir algumas coisas que percebi durante alguns exames recentes. Estou mencionando estes pontos porque acho que serão úteis a vocês em sua prática diária.

O que mais me surpreendeu foi que algumas pessoas que estavam fazendo os exames não eram capazes de executar de forma clara nem mesmo técnicas básicas, tais como shomenuchi ikkyo, yonkyo e shihonague. Alguns nem ao menos sabiam os nomes destas técnicas comuns. Eu entendo que devido à variedade natural do Aikidô – sua flexibilidade e criatividade – pode haver alguma dificuldade em nomear todas as técnicas. Porém, há nomes comuns específicos para as técnicas básicas. E eu acho que a familiaridade ou sua falta com estes nomes comuns depende da atitude na prática diária.

Outra coisa que notei foi que muitas pessoas estavam interessadas em executar movimentos ou técnicas exagerados, extravagantes, que haviam copiado de estudantes mais avançados. Por favor, se lembrem de que um estudante adiantado executando movimentos mais complexos ou extravagantes é totalmente diferente de um principiante executando estes mesmos movimentos. E esta diferença é óbvia para um Aikidoísta experiente. A técnica de um estudante avançado revela uma base rigorosa nos fundamentos e princípios do Aikidô – sua técnica tem uma estrutura bem definida; uma técnica mais complexa de um iniciante carece de base – é só uma técnica superficial, sem nada de interior.

É surpreendente para mim que existam alguns instrutores que ensinem somente movimentos complicados aos principiantes, se esquecendo de ensinar os elementos básicos das técnicas. Eu gostaria que estes instrutores percebessem como é importante para um estudante receber os elementos básicos para só então mais tarde, se ele ou ela assim o desejar passarem a executar os movimentos mais sofisticados. Para dar um exemplo desta falha no exercício do básico, eu notei, nos exames, que várias pessoas não conseguiam executar suwari wasa corretamente! Vamos todos certificar-nos de que praticamos o básico em nossas aulas diárias.

Obviamente as pessoas que fazem o exame para faixa preta são ou do primeiro (Faixa Marrom) ou do segundo kyu (Faixa Azul). A habilidade de um aluno do primeiro kyu deveria estar em nível quase igual à de um shodan. Eu penso que um exame para shodan é uma mera formalidade, no qual se demonstra o quanto as habilidades do primeiro kyu foram aprimoradas. Eu gostaria então de pedir aos instrutores que aplicam exames de kyu que sejam um pouco mais rigorosos nos exames de primeiro kyu, para que seus estudantes não venham a embaraçar a si e aos seus instrutores quando forem prestar exame para shodan. Isto fará com que os exames se tornem o ponto alto dos seminários para mim também.

Falando sobre outro aspecto do exame, às vezes eu ouço pessoas comparando os mérito de um exame ou outro, ou tagarelando sobre as promoções de outras pessoas. Eu escuto coisas como: “Como ele conseguiu passar?” ou “Eu jamais o teria aprovado!”, etc. Antes de entrar em mais detalhes sobre os fatores determinantes que nós usamos para promover as pessoas, quero dizer o seguinte: a atitude expressa neste tipo de observação é absolutamente errada, não importando em que circunstâncias aconteçam. Nós, como Aikidoístas, devemos ter muito sentimento, e congratular cada um por suas realizações.

Desnecessário dizer que para ser aprovado no exame um estudante deve estar apto a mostrar certo nível no teste. Mas, o julgamento de um examinador também deve se basear em um ou mais dos seguintes fatores:

1) tempo de dedicação ao Aikidô;

2) atitude na prática;

3) limitação física;

4) esforço – todos nós temos diferentes habilidades físicas, mas é realmente o esforço o que conta mais.

Então, por favor, tenham sempre em mente que há muitas coisas a considerar na decisão sobre promoções.

*

* Instrutor Chefe do New York Aikikai – Chairman of the Board of the United States Aikidô Federation (USAF).

*

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

Aikidô On-line

*


Yamada Sensei – Para a Aikidô Today Magazine

17/09/2012

x

Trecho de uma entrevista de Yamada Sensei publicado na Aikidô Today Magazine. A pergunta do entrevistador confirma a dúvida de muitos iniciantes nos caminhos do Aiki e a resposta do Shihan derruba aqueles que, sem conhecimento do Shintoísmo ou da religiosidade que permeia o caminho, tentam se passar por oradores, filósofos ou ainda “iluminados”. Boa leitura.

x

Pergunta: Diz-se que a popularidade do Aikidô baseia-se no fato de não ser apenas uma arte de defesa pessoal, mas um modo de vida. É também algo que as pessoas estão procurando nesse final de século e na transição para o próximo. Portanto, a filosofia do Aikidô ou seu lado religioso torna-se muito importante. Quando o senhor ministra seminários ou aulas, raramente fala sobre os conceitos Shinto em que se baseia o Aikidô. O senhor favorece o lado técnico, enquanto parece não apreciar o aspecto da meditação ou da filosofia. Isso é simplesmente uma imagem que o senhor quer passar, ou acha desnecessário ensinar a teoria ou a filosofia que permeiam o Aikidô? Antigos estudantes do fundador dizem que O’Sensei, com frequência, ensinava filosofia Shinto.

x

Resposta de Yamada Sensei: Em primeiro lugar eu não sou filósofo, ou uma pessoa religiosa. Ainda que O’Sensei em sua idade avançada tenha sido extremamente religioso, nunca nos forçou a pensar do mesmo jeito. Compreendo e concordo que o Aikidô não é somente uma arte marcial, mas também um modo de vida. No entanto, Aikidô é Budô. Portanto, creio que os praticantes de Aikidô não devem colocar muito peso na sua relação com o dogma espiritual ou cair na armadilha de transformá-lo em uma religião.

A razão pelo qual não falo sobre Shinto é porque não sou autoridade no assunto; e também acredito que Aikidô, em si mesmo, tem pouco a ver com o Shinto.

Gosto de meditações. Para mim, a prática de meditação é algo que alguém deve fazer sozinho e não em público. No entanto, a meditação é também algo que podemos praticar em todos os momentos. Da forma como vejo, meditação é consciência, a consciência da vida. É a percepção da vida no momento. Podemos fazer da nossa vida uma medição em todo e qualquer lugar, e a qualquer hora.

Eu não sei quem falou que o O’Sensei ensinava muito Shinto. Que eu saiba, não. Temos que compreender que as pessoas atualmente envolvidas com o Aikidô têm maneiras diferentes de ser e de pensar. Cada um vem com o seu próprio entendimento e credo, baseado na sua cultura, religião, ou experiência de vida. Como resultado, cada pessoa se conecta e interpreta os princípios do Aikidô ao seu próprio modo, segundo direções baseadas em suas origens. As pessoas veem e estudam o Aikidô como uma manifestação de suas próprias crenças.

Consequentemente, também usam seu aprendizado dos princípios do Aikidô para melhorar ou aprimorar suas crenças. Por exemplo, um adepto de Shinto pode usar seu conhecimento de Aikidô para melhorar ou aprimorar seu desenvolvimento e compreensão do Shinto. O mesmo se aplica aos budistas, ou a qualquer pessoa de qualquer religião ou filosofia. Eu não tenho aspirações de ser um líder espiritual.

x

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

Aikidô Today Magazine

x

x


É apenas o início, e não fim

25/08/2012

x

“Conta-se que no grupo de pessoas próximas a J.F.Kennedy, nos anos 60, se propôs que a década não ia terminar sem que o homem chegasse à lua. E conseguiram! Mas depois, um número importante de cientistas caiu na depressão e loucura, inclusive no suicídio. Seu propósito era excelente, mas não estava vinculado a um objetivo mais alto. Se fazemos uma comparação com a prática do Aikidô, acontece que muita gente toma como finalidade chegar à faixa-preta. E depois produz um vazio. E na verdade, a faixa-preta é o primeiro degrau. É como aprender a ler e depois nunca mais abrir um livro.”

X

Trecho do livroAikido, o desafio do conflito.

X

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

x


Aikidô Potiguar comemora seu 1° ano com Koshukai

31/07/2012

x

O dojô Aikidô Potiguar, instalado na AABB Natal, convida todos os aikidocas e demais interessados a participarem de treino comemorativo referente ao seu 1° ano de vida. O evento realizar-se-á às 15h do dia 11/08/2012.

A AABB Natal localiza-se na Av. Hermes da Fonseca, 1017, Tirol (Mapa).

Prestigiem !!!

x

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

www.aikidopotiguar.blogspot.com

x


Ensinamentos de Morihei Ueshiba

26/07/2012

x

“No seu treinamento, não se apresse, pois é necessário um mínimo de dez anos para dominar os elementos básicos e avançar ao primeiro grau. Nunca se considere um mestre perfeito que sabe tudo; você precisa continuar treinando diariamente com seus amigos e alunos, avançando juntos no caminho da harmonia.”

 

Morihei Ueshiba – Fundador do Aikidô
No livro Os Segredos do Aikidô de John Stevens

 

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

x


O Projeto Aikidô Informa

02/03/2012

Os voluntários do Projeto Aikidô informam que as atividades do ano de 2012 estão de vento em popa, assim, aqueles que tiverem interesse, aikidocas ou não, em conhecer o projeto; participar das atividades ou dos treinos de Aikidô com as crianças, estão convidados.

x

As atividades do Projeto Aikidô são nas tardes dos sábado das 13h:30m às 17h:30m – os treinos de Aikidô das 15h às 16h:30m – na Escola Municipal São Francisco de Assis, bairro de N.S de Nazaré, Natal/RN.

x

Veja o Álbum do Projeto Aikidô AQUI !!!

x

Colaboração:

www.impressione.wordpress.com

x


%d blogueiros gostam disto: